Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Oficina de Conversação em Libras para a comunidade interna e externa da Instituição.

  • Publicado: Quinta, 06 de Setembro de 2018, 19h29
  • Última atualização em Quinta, 06 de Setembro de 2018, 20h24
  • Acessos: 256

 “Desconstruir barreiras comunicacionais entre surdos e ouvintes” é o objetivo da I Oficina de Conversação em Libras promovida pela UFRA.

     

A Universidade Federal Rural do Amazônia- UFRA, está promovendo a I Oficina de Conversação em Libras para a comunidade interna e externa da Instituição. A iniciativa faz parte do Programa AMALIBRAS desenvolvido pelo Núcleo Amazônico de Acessibilidade, Inclusão e Tecnologia – ACESSAR e pelo Curso de Licenciatura em Letras Libras, o qual, apresenta como objetivo maior a promoção de ações multidisciplinares, em diferentes âmbitos sociais visando a difusão da cultura de inclusão, especificamente na perspectiva da inclusão socioeducacional da pessoa surda.

Com encontros semanais, a Oficina teve início no dia 28 de agosto/2018 no Prédio de Letras Libras, Campus Belém, sendo previsto seu término para meados de outubro. O graduando em Letras Libras Antônio Cavalcante, ministrante da ação, declara: “Ações como essas são importantes para desconstruir barreiras comunicacionais entre surdos e ouvintes. Muito mais do que ter os primeiros contatos com esse idioma, Libras, desejo que os participantes vislumbrem um novo modo de sentir e perceber a vida. Aprender uma nova língua é aprender um novo modo de ser e agir nesta sociedade marcada pela diversidade”. Sobre seu interesse na ação, o discente de Engenharia de Pesca Phelipe Favacho, afirma: “Eu quis participar da oficina porque eu estava no ensino médio e tive um amigo que é surdo. Eu tinha muita dificuldade em me comunicar com ele [...] eu falava bem devagar para ele poder fazer leitura labial, mas quando ele falava comigo eu me sentia incapaz de poder ajudá-lo e fica muito triste com isso. [...] As minhas expectativas é que eu possa ter um conhecimento melhor, para que eu possa conversar, ajudar e entender as pessoas surdas.”

Saiba mais

Os surdos passam a ser legalmente reconhecidos em território nacional como um grupo cultural que utiliza uma língua minoritária – a Língua Brasileira de Sinais. A Língua portuguesa, portanto, representa à língua oficial e majoritária da população brasileira. A Língua Brasileira de Sinais- Libras, foi oficialmente reconhecida em abril de 2002, pela Lei Federal 10.436.

 

 

 

Para mais informações sobre projetos desenvolvidos na área de Línguas de Sinais e Educação Inclusiva:

PROEX

Link:  http://www.proex.ufra.edu.br/ 

 

ACESSAR

Link: https://nucleoacessar.ufra.edu.br/ 

 

CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS LIBRAS

Link: https://letraslibras.ufra.edu.br/ 

 

    

registrado em:
Fim do conteúdo da página